O que é “Vintage”?

Eu sempre tenho algumas dúvidas sobre o que é alguma coisa, então, decidi criar essa tag para tirar essa dúvidas.

O que é VINTAGE?

O vintage nasceu em  Paris, Londres e São Francisco (USA), foram as cidades onde os brechós ou second hand ( segunda mão) ganharam fama. Sugriu do conceito antimoda, individualismo e multicultural. O objetivo era atingir pessoas com alto senso fashion com pouco dinheiro e interesse em customizar e transformar seu universo fashion. Daí foram acrescentados o conceito de não consumismo e ecologicamente correto. O vintage é hoje um estilo de vida e grande segmento no mundo da moda.

‘Vint + age’ é uma expressão inglesa utilizada pelos produtores de vinho e significa ‘a idade do vinho’. Não refere-se somente a moda, na verdade, tudo pode ser denominado dessa forma. Basta ser referência nas décadas de 50, 60, 70 e 80, esse estilo transforma em tendência o melhor de todas as décadas.

Como qualquer estilo o segredo é moderar, nada de exageros. Blusinhas xadrez, calça cintura alta, blusa bambolê… O vintage hoje é usado para roupas usadas e de grife, que tenham um lugar importante e que possam definir o estilo de uma época.

Continuar lendo

Sex and the City (a série)

Enquanto não vou assistir ao filme (vou sábado com Cibelly), falo sobre a série

Uma série que fala sobre amizade, amor e moda (não nessa ordem) para as mulheres, transformou-se num sucesso mundial levando Sarah Jessica Parker ao statu de diva da moda, a “rainha Midas” da moda.

As garotas são de Manhatan, mas poderiam morar em Tambaú, Cabo Branco, Copacabana, Boa Vista…Qualquer canto do mundo, porque o assunto que elas abordam não precisa de nacionalidade, é universal, as quatro amigas – Samantha, Miranda, Charlote e Carrie – em algum momento de sua vida, você tem a certeza de que ela está falando para você.

Se você acompanha a série, você tem aquele episódio que diz: “Esse episódio foi feito pensando em mim!”.

Continuar lendo

Nostalgia: O jardim Secreto

Quando eu era pequena não havia DVD, muito menos DVD pirata. Mas havia fitas VHS e na minha casa haviam várias fitas virgens, só esperando a minha boa vontade de sintonizar o canal no vídeo e apertar REC. E quantas fitas eu tinha para assistir, várias! Uma das minha favoritas era “O Jardim Secreto”. Vocês lembram? Eu nunca esquecerei o quanto adorava aquele filme.

O Jardim Secreto conta a história de Marie que era criada na Índia por uma Aya e tinha pouquíssima atenção de seus pais, que para compensar sua falta davam tudo que ela queria. Mas tudo muda em sua vida quando um surto de cólera mata seus pais e a Aya, seis meses depois ela desembarca na Inglaterra onde viverá com o tio e o primo, que mal conhece na mansão Misselthwaite, uma construção cheia de segredos e antigas feridas nunca cicatrizadas.

Continuar lendo

Um sonho possível (THE BLIND SIDE)

Já contei a vocês que histórias reais é meu gênero de filme favorito, porque na maioria das vezes apresenta uma história de superação, um exemplo de vida a ser seguido.

Quinton Aaron, Sandra Bullock, Kathy Bates, Lily Collins, Tim McGraw, Rhoda Griffis, Ray McKinnon

Quinton Aaron, Sandra Bullock, Kathy Bates, Lily Collins, Tim McGraw, Rhoda Griffis, Ray McKinnon

 

The Bind Side (O lado Cego) recebeu o nome de O SONHO POSSÍVEL aqui no Brasil. Mas nada diminui a beleza dessa fantástica história real que deu a SANDRA BULLOCK seu primeiro OSCAR.

O filme conta a história de BIG MICHAEL um adolescente, com mais ou menos 17 anos, que embora estude numa escola católica particular, sobrevive sozinho, vivendo nas ruas e dormindo numa lavanderia, quando é encontrado pela decoradora Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock), que conhece o garoto pois esse estuda na mesma escola que seus filhos. Ao perceber que ele está morrendo de frio, já que é inverno e ele usa apenas uma bermuda e camisa, decide levá-lo para a sua casa. E esse gesto de bondade só aumenta – o garoto fica para a AÇÃO DE GRAÇAS, depois fica dormindo no sofá, ganha um quarto e finalmente é adotado. E ele começa a fazer parte da família, mesmo sendo bem diferente deles, tornando essa experiência numa linda jornada de auto-descoberta.

Mas a história já seria bonita por isso, não é? Mas não para por ai. Antes de conhecer Leigh e sua família, MICHAEL ganha uma “bolsa de estudos” nessa escola particular para um dia, se por acaso melhorar suas notas, quem sabe, jogar futebol americano pelo colégio. Uma professora, percebe que MICHAEL, embora atrasado, consegue acompanhar a turma e fazer os testes se no lugar do estilo tradicional de teste, ele for sabatinado oralmente. Com a ajuda do seu irmão caçula SJ, ele aprende a jogar futebol americano e se torna um grande astro do futebol americano.

Continuar lendo

Simplesmente Complicado

SIMPLESMENTE COMPLICADO: O filme de Nancy Meyer que também assina “Alguém tem que ceder” e Nesse filme Jane (Meryl Streep) é uma cozinheira/empresária, divorciada, mãe de três filhos que após dez anos da separação mantem uma relação amigável com seu ex. marido, o cafajeste e advogado, Jake (Alec Baldwin). Jake hoje casado com a amante que quer engravidar. Após uma viagem para a formatura do filho do meio do casal, num momento de fraqueza, dela, eles acabam dormindo junto e toda a confusão começa. Jane estaria fazendo isso por vingança, carência, solidão ou simplesmente por que é bom? No entanto, a vida ainda complica um pouco mais quando Jane se apaixona por seu arquiteto divorciado Adam, interpretado por Steven Martin. E agora, Jane deveria seguir em frente e relacionar-se com o doce arquiteto ou deveria continuar tendo uma relação com o ex. marido?

Se você não criar grandes expectativas, como Natalício, você dará boas risadas com esse filme. O qual apresenta uma visão da nova geração pós-divórcio e seus relacionamentos com família e amigos. Jane é uma mulher adorável com seus 50 anos com todos os seus dilemas e problemas, realizada em quase todos os campos, menos o afetivo e numa carência acaba relacionando-se com se ex. marido. Mas a personagem não consegue entender o que há consigo por voltar a ter um caso com alguém que lhe fez sofrer no passado. Seria essa sua chance de libertar-se?

Meryl Streep continua linda, não imagino uma mulher na sua idade com suas rugas e ser tão perfeita. Linda!

Turma da Mônica Jovem em 3D

Na revista da “Turma da Mônica Jovem”, edição 18, o Maurício informou que já começou testes para fazer o filme TURMA DA MÔNICA JOVEM. Isso mostra como a revista deu um salto e conseguiu seu espaço na editora Maurício de Sousa.
A princípio será um animação, o roteiro e os personagens (claro: Mônica, Magali, Cascão e Celoba), só que fica faltando quem será o elenco de apoio.
Sobre a turma da Mônica Jovem eu simplesmente gamei, não perco nenhuma revistinha e fico chateada por não ter tomado a iniciativa de começar antes.
E vocês o que acham da série? Qual personagem você gostaria de vê.
Eu queria muito vê o Titi e a Aninha (fui atendida) em grande estilo. Agora quero vê o Franjinha namorando a Marina.