Medo de dirigir e comprinhas

Outro dia li uma reportagem que falava sobre “superar seus medos” e vi uma mulher dizendo que  fazia anos que convivia com os mesmos medos sem enfrentá-los. Sentia-se um exemplo de fraqueza, sentia-se envergonhada diante dos filhos e menor próximo as outras pessoas. Para ela o seu medo era o pior dos seus defeitos e tinha muita vergonha de tê-lo. Não sei dizer qual o limite entre medo e fobia, para avaliar se o medo dessa mulher já era uma fobia ou continuava sendo medo. Mas quando li seu medo, medo do trânsito. Para ela esse era um grande problema, pois não conseguia dirigir, não confiava em outras pessoas dirigindo e ficava sempre tendo crises me ansiedade quando estava no carro com outra pessoa no volante ou quando seus filhos saiam com alguém (fosse seu ex. marido, pai das crianças, ou algum familiar). Fiquei meio envergonhada, também tenho medo de enfrentar o trânsito – mas não na proporção dela. Tenho medo dos pedestres, dos outros veículos… Na reportagem só falava do medo dessa pessoa e até o fechamento da matéria ela não tinha enfrentado seu medo.

Não nego, comigo acontecia (passado porque vou superer) algo semelhante, eu me sentia menor que as pessoas ao meu redor por ter medo. E nunca confessava que tinha (ainda tenho) medo de dirigir. Já tentei tirar a carteira de motorista mas a sensação de “não posso” foi maior e desisti, me sentir inferior as outras pessoas me fazia muito mal.

Natalício sempre fala que eu posso, eu vou conseguir e que seFulaninha que andou quase dois bairros com o freio-de-mão puxado pode, eu também posso”.

Agora, decidi que esse ano seria um ano de mudanças em minha vida e que a procastinação e o medo não se encontrariam no meu dicionário. Decidi que em 2010 seria uma guerreira.

Para que isso aconteça, tive que encarar meu medo e aprender a dirigir. Já passei pelas três primeiras fases e em breve estarei pegando o carro. Se fosse dá um conselho: VAI FUNDO. Não deixe que o medo o/a impressa de tentar. Que a sensação que tem de inferioridade lhe faça recuar. Se você é igual a todos os outros e todos os outros conseguem, porque não você? Pague quantas aulas extras precisar, não tenha medo de pedir ajuda. Você pode!  

Eu sei que para muitas mulheres é bem difícil (eu o/, por exemplo), mas tem que ir fundo. Eu tentei uma vez, mas como contei a vocês sou uma procastinadora de primeira. Então, esse é a segunda vez que tento tirar a carta e agora vou até o fim. 

http://www.medos.com.br/medo-de-dirigir/

Continuar lendo

Anúncios

Alice no País das maravilhas

alice-no-pais-das-maravilhas2

Desde sempre  “ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS” é meu livro favorito e Alice, por motivos óbvios, minha personagem favorita. Adoro essa menina de cabelos loiros, avental, seu coelho branco e louco mundo que Lewis Carrol criou para ela. Outro dia cai de amores por uma camiseta da Alice na C&A, mas como sou peituda ^^, não pude comprá-la pois Alice, coitada, ficou toda deformada. Um dia ainda chego lá! Algum tempo venho planejando esse post, mas queria fazê-lo completo, então, só pude fazê-lo agora, espero…

imagem

  • O livro: 

“Alice no país das maravilhas” conta a história de Alice uma menina de cabelos longos e loiros, que ao seguir um coelho branco cai num outro mundo – o país das maravilhas – que embora seja encantado não é aquilo que podemos chamar de “lugar dos sonhos“. Lá as criaturas tem vida, como num conto de fadas ou fábula, coelhos, flores, gatos e lagartas tem vida. O gênero literário é nonsense (expressão utilizada para designar algo sem nexo).

alice-maravilhas

“Alice no país dos espelhos” é a sequência desse livro encantado. Novamente Alice encontra um mundo cheia de fantasia, surreal e encantado ao decidir atravessar o espelho. Assim que atravessa o espelho, Alice percebe que esse mundo é totalmente imprevisivel e sua noção de tempo e espaço bem diferentes da que ela conhece. A história torna-se interessante quando ela num jogo de xadrez tem que se tornar a rainha.

valuiska02

Como falei para vocês são livros maravilhosos que inspiraram outras histórias e outros universos que nós conhecemos bem, ou vocês acham que J.K. Roliwng tirou a história de xadrez humano em Harry Potter e a Pedra Filosofal do nada? 

Outros livros foram inspirados nessa celebre história como:

“Coraline e o mundo secreto” (ainda não assisti ao filme, mas já li o livro) – O romance de Neil Gaiman conta a história de uma menininha chamada Coraline que ao mudar-se para um apartamento descobre um mundo paralelo ao seu, identico ao seu, só que com ratos falantes, gato falante, no entanto, todos tem olhos de botão.

coraline

Para vocês que não sabem esse romance virou filme e, pelo menos o livro, é muito bom. A Coraline é dublada por Dakota Fanning. O livro vem sendo considerado pelos críticos como “Alice no País das Maravilhas moderno” e é tão gostoso, tão divertido que você lê numa tarde. Quem quiser curtir, vale a pena! Neil Gaiman tem um modo de narrar a história de forma inesplicável, ela consegue correr solta como se Coraline estivesse ao seu lado contado toda a história.

“Um jogo de você”, não sei exatamente que gênero pode ser enquadrado – quadrinhos?, literatura?, não sei! – Conta a história de Barbie que mora em um apartamento minusculo e vive sem dinheiro, mas quando dorme ela é a esperança de um país imerso em guerra.

O livro faz uma analogia declarada a Alice nos país das maravilhas. A personagem lembra a garotinha e há heróis de fábulas… E o autor, Neil Gaiman, nunca negou que fosse fã das histórias de Lewis Carrol.

  • Cinema

alice no pais das maravilhas

“Alice no país das maravilhas” (1951) quem nunca assistiu a esse desenho que atire a primeira pedra. Essa garotinha já encantou suas tardes de domingo, quando todos assistiam ao Faustão e você ficava no quarto acompanhando-a em uma aventura no “País das Maravilhas”. Eu já assisti mais de 10 vezes! E simplesmente, a-do-ro!

As vezes penso em colocar o nome da minha filha de Alice, por causa desse filme, fico pensando nas lembrancinhas algo do tipo “Alice acabou de chegar ao país das maravilhas” com aquele gato listrado, o quarto todo decorado com desenhos do país das maravilhas e na estante, claro, os livros que inspiraram seu nome.

Recentemente a Disney anunciou o lançamento de mais um filme, esse com direção de TIM BURTON (farei um post sobre ele), e terá Jonnhy Depp como chapeleiro louco, Anne Hathaway como rainha branca (você vai dizer: “Peraí, Dy, não há rainha branca em Alice no país das Maravilhas!”, e eu responderei em breve) e outros. Quem assina o roteiro de adaptação é Linda Woolverto a mesma que fez o roteiro de Rei Leão e “A Bela e a Fera”. Gostaram? O filme estréia 10 de abril de 2010 e você não perde por esperar.

Anne Hathaway, como Rainha Branca e segurando o Dormigongo (foto1)

Anne Hathaway, como Rainha Branca e segurando o Dormigongo (foto1)

Helena Bonham Carter, como Rainha de copas com o bebê que virou porco  (foto1)

Helena Bonham Carter, como Rainha de copas com o bebê que virou porco (foto1)

Johnny Depp como Chapeleiro Louco segurando a Lebre de Março ou Lebre Maluca (foto 1)

Johnny Depp como Chapeleiro Louco segurando a Lebre de Março ou Lebre Maluca (foto 1)

 Mia Wasikowska como Alice segurando o coelho Branco (foto 1)

Mia Wasikowska como Alice segurando o coelho Branco (foto 1)

Mais fotos da gravação

Mais fotos da gravação

Alice e o coelho branco Alice e o coelho branco
Alice e os irmãos  Tweedle-Dee e Tweedle-Du (Matt Lucas). Alice e os irmãos Tweedle-Dee e Tweedle-Du (Matt Lucas).
Alice no jardim das rosas Alice no jardim das rosas

Quem não leu os livros de Alice, eu recomendo que comecem a ler para não ficaram perdidas no tempo e espaço, pois “Alice no País das Maravilhas”, não se trata de um remake do desenho.

“Alice, agora com 17 anos – representada pela atriz Mia Wasikowskavai  a uma elegante festa e desobre que foi pedida em casamento, no meio da festa na frente de toda a sociedade esnobe. Assim que foge ela reencontra o coelho branco, quando o segue, vai para no País das Maravilhas, o mesmo lugar que havia visitado há 7 anos atrás, quando tinha apenas 10 anos só que não lembrava”.

Alice prestes a encontrar a lagarta Alice prestes a encontrar a lagarta

Como vocês podem ver e eu já havia alertado, Alice passou pelas duas aventuras retradas nos livros (a rainha Branca é a personagem do segundo livro) antes de encarnar essa terceira aventura.

Então, se você não quer ficar por fora ou voando que nem um balão eu recomendo que comece, desde já a ler cada uma das histórias e embarcar em abril do ano que vem nessa aventura.

alicecenario005

Você pode comprar a edição encadernada no submarino.com com as duas histórias – ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS e ATRAVÉS DO ESPELHO O QUE ALICE ENCONTROU LÁ -, custando R$75,00, segundo a Lia, o livro é grandão e lindo, tem as ilustrações originais do John Tenniel, cheia de comentários e etc.

alice_edicaocomentada001

lewiscarroll_kitty003lewiscarroll_kitty002

alice 23

alice_17651_lg

alice-wonderland-caterpillar1

A editora Martin Clarie também tem esses livros: ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS e ALICE NO PAÍS DOS ESPELHOS, numa edição mais simples e separada, há as mesmas ilustrações do John Tenniel, custando cada uma 10,50. E você pode comprar esses dois livros no CARREFOUR, o melhor ainda, é que não pagará frete (pois você irá até a loja) e pagará somente R$9,90. Mas você sabe que não são só esses três lugares que vendem livros, não é?

alice44

Os livros já se tornaram patrimônio cultural da humanidade, então, não há nenhum problema se você decidi baixá-los na internet, só que eu acho que não tem o mesmo prazer de folheá-lo ou guadá-lo na estante. Mas nem todo mundo se importa com isso ou tem dinheiro para sair gastanto. E já que não é crime é só baixar aqui: ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS (ou aqui)e ALICE NO PAÍS DOS ESPELHOS (ou aqui).

Ainda há fatos controversos sobre a origem dos livros. A estranha relação entre o autor e da garotinha com então 7 anos, Alice. Alguns afirmam que o Lewis Carroll era um pedófilo. Na verdade, eu pouco me interesso pelo assunto. Principalmente, sabendo que na época era comum que os homens se apaixonassem por criancinhas. Quem se lembra da história de Maysa e seu primeiro marido? Ele se apaixonou por ela quando ainda era criança.

Para tentar elucidar a relação dos dois Martin Gardner, um dos maiores especialistas em Carroll e sua obra no mundo. Gadner elaborou um texto paralelo as histórias de Alice revelando tudo sobre o autor e seus personagens. Ele também se questiona o porque das crianças contemporâneas se interessarem por Harry Potter e seu mundo fascinante e não possuirem interesse no livro “Alice no País das maravilhas” (ao meu vê falta marketing). O autor afirma que “As crianças de hoje sentem-se aturdidas e às vezes apavoradas pela atmosfera de pesadelo dos sonhos de Alice. É apenas porque adultos – cientistas e matemáticos em particular – continuam a apreciá-lo que os livros de Alice têm sua imortalidade assegurada”.

Carroll costumava andar com o saco preto cheio de brinquedos ou objetos que pudessem chamar atenção de crianças, mas nenhuma dela despertou-lhe tanto interesse quanto Alice Liddell, com quem encontrou numa tarde de verão. O blog “Diga não a erotização infantil” trás mais informações sobre esse assunto.

A pequena Alice Liddell, em uma pose considerada sensual para época

A pequena Alice Liddell, em uma pose considerada sensual para época

Espero que curtam o livro e que minhas dicas sirvam!

Alice no País das Maravilhas

Para quem ainda não me conhece direito, meu personagem favorito é ALICE, do livro “ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS”. Sei as falas do filme decorado, tenho o livro, o DVD, uma adaptação para o gibi e várias imagens da personagem. Inclusive, quero colocar o nome de uma das minhas filhas, advinhem? ALICE! E fiquei toda felizinha quando soube que vão lançar o filme e melhor com Jonhy Deep no papel do “Chapeleiro maluco”, tem escolha melhor?

Image Hosted by ImageShack.us Image Hosted by ImageShack.us

Pra quem não acompanha, a adaptação do livro do Lewis Carrol está prevista para 2010. JD e o Tim Burton já trabalharam juntos em diversos filmes (A noiva Cadaver, o Estanho Mundo de Jack, A fantástica Fábrica de Chocolate,Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet…), e confesso confesso que eu sou muito fã das adaptações, grande diretor e me divirto com suas versões um pouco exageradas. Mas essa Alice, sei lá, não está com cara de Alice.

Bom, pra quem gostou vale esperar também por “Phantasmagoria”, filme do Marilyn Manson (o próprio! E que não é o Paul dos Anos Incríveis!) em homenagem ao autor de Alice no País das Maravilhas. Esse é pra dormir na porta do cinema e comprar a pipoca de mil reais do Cinema do Manaíra.

Comunicação com Espíritos

“COMUNICAÇÃO COM ESPIRÍTOS”
relato emocionado feito por M.D, joão pessoa, 24 anos

http://worlddy.blogspot.com/2007/02/comunicao-com-espirtos-relato.html
O fato que agora vou relatar é inteiramente real, isso que seus olhos lêm não é uma obra de ficcção ou qualquer coisa que me faça receber mais visitas ou finalmente receber um dinheiro por essas besteiras que eu escrevo.
Juro é real!
Um pouco constrangida vou revelar que os nomes, assim como seus e-mails, dos fantasmas e pessoas mortas que aparecem nesse relato foram alterados para proteger suas identidades e privacidade.
Acreditem no impossível! Se não possuírem estômago forte, problemas cardíacos…Por favor, eu suplico, parem por aqui!
Está gravando?
Por onde começo?
Algumas pessoas falam com gente morta, outras recebem mensagens por rádio, compasso, copo, vasos sanitários ou qualquer coisa assim. Eu também me comunico com mortos…Através de telefone, mensagens pelo celular, e-mails e messenger.
Bem, tudo começou num domingo de ócio enquanto eu navegava no orkut e mexia na minha caixa de e-mail quando chegou um e-mail desse endereço
taniaaraujo@almasalva.sp, arrepiei todos os pelinhos, inclusive os da sobrancelha e do buço. A única Tânia Araújo que conhecia era a falecida Tia Tânia que morreu engasgada com um cremogema de milho. O e-mail continha uma receita de bolo de laranja e no final dizia: “o segredo é o açúcar”:Com certeza trava-se da falecida Tia Tânia, lembro-me que sempre elogiada pelo seu bolo ela respondia: “O segredo é o açúcar”.Essa foi a frase chave, realmente tratava-se de um e-mail da minha tia, então respondi:
danyellearaujo@msn.com “Tia Tânia é a senhora?Márcia”
E semanas depois ela respondeu que sim, tratava-se da minha tia Tânia e no outro dia chegou outra receita de bolo, dessa vez um bolo diet que substitui açúcar por adoçante. Mandei outro e-mail pedindo mais informações:
danyellearaujo@msn.com“Queria Tia Tânia, como vai? Onde se encontra nesse exato momento? Que idéia foi essa de criar um e-mail e essas receitas de bolo, qual é o sentido? Responda-me! Beijos Márcia”
Em menos de dois dias resposta:
taniaaraujo@almasalva.sp
“Qrida Márica, td ótimo. Estou tclndo do céu. Tive aulas de informática com S. Pedro. Aqui no céu td na santa paz. O bolo s açúcar é p vc mudar seus habitos alimentares. Bjs TanyP.S. Anexo receita de bolo de laranja sem açúcar, segredo é o adoçante dentro do suco de laranja”
Tany?! Difícil imaginar uma mulher que morreu no caritó aos 98 anos com o nickname Tany, São Pedro dando aulas de informática e principalmente o céu com internet, então mandei a seguinte mensagem:
danyellearaujo@msn.com
“Tia Tânia, realmente, o céu tem internet? Beijos Márcia”
taniaaraujo@almasalva.sp
“Qrida Márcia, claro o Céu tem net! Q idéia vc tem do céu? Tdo mundo aki tem q ter aulas de informática. Aki td na paz, internet tda hr, orkut sem ‘bad, bad server’, e-mails de espaço ilimitado. Falar em orkut, por favor, add-me. ‘Tany Araújo’, pliss, ñ repare na foto”
Não pude deixar de reparar na foto e no status: “relacionamento aberto” em seu orkut. Por um breve instante achei que estava entrando em outra dimensão, como poderia minha tia ter um orkut depois de morta? Volta e meia sempre chegavam receitas de bolo e finalmente, Tia Tânia começou a enviar coisas novas.Outrora me ensinou como usar a máquina de lavar, deixando o seguinte scrap: “DyeLL, vc tem q aprender a lavar suas roupas…Use a rotação 3 para roupas sintéticas e 2 para coloridas, não use tanto amaciante e, acredite, depois de morto vc percebe, branco de verdade vc ñ só encontra com OMO”.
Haviam roupas sintéticas no céu? Que rotação eu uso para o jeans? E se a roupa for sintética e colorida? Haviam máquinas de lavar no céu? A vida após a morte ficou mais enigmática depois do meu contato “extra-além” com Tia Tânia. Continuamos mantendo contato, ela sempre enchendo meu orkut e minha caixa de e-mail com orações, peixes, patos, coelhos, balões, com piadas, correntes e e-mails daqueles que você ganha um real por cada pessoa, ou ganha um celular se mandar para quinze pessoas. Depois de alguns meses chegou o último e-mail:
taniaaraujo@almasalva.sp
“Dear EmeDê (andou se americanizando pelo céu), sexo nunca foi tão bom, qnt aki no céu, Lourival, aquele que parece com o Silvio Santos, meu atual amante, nunca brocha e certas posições nunca foram tão boas. Faço sexo diáriamente, as vezes seis vezes seguidas, não se cansa. Realmente, os bons homens encontram-se no céu. Cmo lhe disse, aki ñ temos windows, este encontra-se no inferno, mto menos velox. E o computador ñ trava, ñ há disket e as câmeras digitais são de 12345 mega px. Dá para acreditar? Bjos Tany”
Após esse e-mail decidi ignorá-la, não bastasse todos os SPANS do além ainda tinha que ouvi-la contando de suas aventuras sexuais, detalhadas, com o sósia do Silvio Santos…
O segundo contato foi um DDA (Discagem Direta do Além). Tudo começou com uns telefonemas a cobrar, toques os quais eu nunca conseguia retornar do número 782 2562-72582. Uma semana depois consegui retornar para esse número:
“Alô?”, falei.
“Márcia?” uma voz com eco e sotaque perguntou.
“Sim, quem é?”, aquele sotaque não me era estranho: MOSTARDA!
“Mostarda! Não reconhece minha voz?”
“Fiquei na dúvida…Sabe como é você morreu…Não?!”, sim, ele havia morrido a dois meses atrás de infecção intestinal, quando comeu maionese estragada.
“”Apois!” Morri! Surpresa pela ligação?”, surpresa eu tinha ficado com os e-mails da Tia Tânia, no entanto, ainda me surpreendi com o telefonema: “Estava com esse celular e vi seu número na agenda, então, decidi ligar. Fiquei surpreso por você ter atendido. E ai como vão as coisas por ai?”
“Normais…Fora um outro e-mail do além e agora sua ligação…Normais! E ai como vão as coisas?”.
Ele deu um suspiro: “Quem foi que falou de sete virgens no céu? Ne nhu ma! Eu estou na abstinência desde que comi maionese…Dizem que no próximo estágio poderei começar a receber umas playboys aqui na minha núvem mas até lá só pensamento!”
“E onde você se encontra?”
“No céu, rapaz! Não te disse? Aquela dor de barriga salvou a porra da minha alma. Paguei todos meus pecados naquele banheiro antes de morrer.”
“Verdade…Com certeza, pagou!”
“Além disso, eu pirateava CDs, fui contra aquela máfia toda das gravadoras e a favor do software livre, que segundo Deus, foi ele que inventou. Então, eu salvei minha alma…Mas em compensação, estou na seca. E a Creuza?”
“Casou!”
“Vaca, dizia que me amava, não esperou nem meu defunto esfriar, aposto! Deve ter servido os carapés do meu enterro no casamento.”
“Verdade! Ganhasse um celular?”
“Ganhei! Acredita? Bate até foto o ‘negocim'”
“Ai tem telefonia?”
“Tem rapaz, dizem que não tem nem conta telefonica, nem nada! E até agora todos os números que liguei nenhum deu oculpado ou na espera. Dá para acreditar? E fora de área? Não E XIS TE! Imagina, eu no céu e você em João Pessoa e eu consigo falar contigo. Quer coisa melhor? Dizem que ruim é o inferno, telefone oculpado, fora de área e sempre quando se liga para reclamar escuta aquelas mensagens da OI…Na verdade essa é a única operadora do inferno. Aqui a ALMASALVA é o que o salva, literalmente!”
“Verdade!”
“Ainda namorando?”
“Sempre!”
“Estou no Eden sem Eva, tem noção? Fico me perguntando se é fácil fazer uma Eva, se Deus fez porquê eu não faria? Mas uma costela é o preço muito alto e sabe-se lá quando precisarei, numa aposta, ter um número par de costelas…Além disso, estou no céu, porra, com certeza a Carla Perez…”
“Ela ainda está viva!”
“Ainda não morreu?”
“Não!”
“Nenhuma das Sheilas?”
“Não!”
“Xuxa? Adriane Galisteu? Ana Paula Arósio…”
“Não!
“Pelo visto só morre baranga e homem, né? Bons tempos eram aqueles que os artistas morriam cedo e bonitos, hoje em dia as coisas estão difíceis… Vou indo, doida! Tenho uma aula de bateria, beijos”
Telefone desligou, semanas depois recebi a conta dessa ligaçãozinha. Maldito Mostarda, deveria estar queimando no inferno, isso sim. Morando no céu, com telefone sem conta me dá toques pare retornar, tem coisas que nunca mudam …
A última vez que falei com um espirito foi quando recebi a mistériosa mensagem no meu OI: “Entre no mIRC, através da purgatórIRC e entre no canal “#60_e_procura” e procure pelo nick Pega_Avoh-65″, foi o que fiz, com esse nick nenhuma surpresa que vi que era meu bisavô, que passou horas reclamando do tempo que estava no purgatório, reclamou das dificuldades em acessar o windows, da necessidade que tinha em mexer no beringuelo (depois descobri que tratava-se do computador), de que ninguém nunca lhe mandou um convite do orkut e do seu e-mail com espaço limitadissimo:
Se me mandam um e-mail com duas linhas meu e-mail lota.
Mas relaxe, vô, as coisas tentem a melhorar!
Melhorar?!? Não há lavanderias públicas, minha internet é discada, não existe pulso único e ninguém me mandou um convite do “horculte*”. Como pode-se ser feliz? E eles ainda chamam de descanso eterno, vida após a morte, isso é uma sub-vida! Melhor seria transar com a Dercy Gonçalves e salvar logo minha alma!
Mas vale esse sacrificio?
Pior que eu sei que nem virar Deus vale esse sacrificio. Aquela mulher de tanta plástica deve ter a pereca no joelho ou no pescoço, depende do ângulo que puxaram, claro
Hoje em dia ninguém sabe o que é real!
São os males modernos, minha cara. Você não sabe quantas vezes fui enganado por travestis, dizendo-se passar por mulheres. E eu que nunca tinha visto tais coisas quase acredito, sorte minha que assim que comecei meus encontros virtuais um amigo me disse, fique de olho no pomo. Santo pomo! Foi Deus que o inventou, com certeza! E as mulheres de 69? Com cara de 28…Hoje em dia ninguém sabe o que é real ou o que é silicone, silicio…sei lá! Como vão as coisas por ai?
Se é que falar com pessoas mortas é normal , as coisas vão bem…
Verdade…Desde que informatizaram o Além as coisas ficaram bem mais fáceis. Todo mundo tem computador, antes era uma coisa bem elitizada, hoje em dia, nada. Qualquer um pode conversar pela internet. Dizem que até no inferno tem internet.
E tem, é verdade!
Está vendo?! Até as informações demoram a chegar aqui no Purgatório. Cometeria suicídio se não estivesse morto…Mas, está decidido, pegarei a Dercy! Se não bastasse isso tudo sua tia Tânia enche meu e-mail com droga de orações e novidades do céu. Santa mulher, uma droga, merecia está no inferno. Esnobe, sempre me dizendo como é bom usar máquina de lavar, como emagreceu com seus bolos diets. Deveria ter me esterilizado depois do seu avô, sabia que um é pouco, seis é bom, mais quinze é demais! Como se quinze filhos não pagasse meus pecados, mas segundo aqueles advogados, eu contribui para a superpopulação na Terra..
Hoje em dia as pessoas só tem dois… Surpresa com o fato dos advogados irem para o Céu, as piadas afirmam o contrário
E quem faz as regras? HhaUAHuahUAHuahUHAU! Engano seu se vai achar ACM, LULA ou FHC no inferno, todos ao lado de Deus, advogados e Juiz Lalau, ao lado de Deus. Ame os pequeninos? Pequeninos sou eu. Sua tia, aquela vadia, que Deus me perdoe, encontra-se no céu, nunca teve filhos e vivia se vangloriando de um maldito bolo de laranja, que me deixou com diabetes de tão doce. Acho que vendeu a alma para o Demo para ir ao céu…Advogados e políticos no céu, as piadas é só para vocês pensarem que na próxima vida eles pagam.
Sobre ter 2 filhos, parabéns! Vocês tem menos preocupações e vivem mais! Com certeza vocês é que sabem o que é felicidade. Bem, vou indo. Tenho que lavar roupas e requerer na repartição pública do CÉU a salvação da minha alma. Mas aqueles elitista-capitalistas do céu são uns burocratas, sempre mais papéis, sempre mais documentos, sempre mais comprovantes e autenticação. Soubesse como é minha vida…Morte, desculpe, força do hábito!
As coisas vão melhorar…
Espero…Se não começo a me preparar para comer a Dercy.
Resista, vovô!
Estou a um passo de cometer está loucura. É salvação automática…
Essa, por enquanto, foi a última conversa que tive com Habitantes do Além, como eles preferem, e acham, politicamente correto serem chamados . Não espero que acreditem, nem aceitem como verdade absoluta. Não precisam ter pena de mim, sou uma vítima do progresso que vem afetando todos os setores, mortalidade e imortalidade, céu e terra, primário, secundário e terciários. Não importa, a máquina vem desempregando gente, facilitando a vida moderna e enlouquecendo os sensitivos modernos. Eu, posso afirmar com toda clareza e em inglês: “I talk dead peaple…”
*orkut

Diário de uma Malvada

 

 

            Querido Diário… Maquiavélico Diário!

            As vezes me pergunto se alguém consegue me entender, então, olho para você e vejo suas páginas amareladas, as minhas letras douradas, lembro do seu silencioso e deleite por minhas maldades. Sei que em você diário encontro um cúmplice.

            Hoje, pela manhã, acordei tarde, linda e maquiada como toda herdeira bilionária. Como não havia muito o que fazer demiti a serviçal, minha irmã gêmea Rosalinda. Aquela estúpida, quando servia bloondmary ousou comentar que éramos muito parecidas, maldita! Tudo bem, somos gêmeas, mas ela não sabe disso. Eu sou a irmã bilionária, herdeira de uma multinacional, que usa sapatos manolos e vestidos armanis, e ela a irmã pobre que deu azar de acharem que nasceu morta. É a vida! O que posso fazer? Aquela vagabunda não vai querer que agora, nessa altura do campeonato eu divida minha herança, não é? Foi o destino, agora ela tem que aceitar viver no seu casebre com aqueles seis órfãos e não desconfiar que eu atropelei seu noivo.

Sempre que me lembro do barulho que o carro fez quando atropelei o Alfredo, justamente no momento que ele tinha comprado a aliança de casamento quase faço xixi de tanto rir. Eles iam, provavelmente, me chamar para ser madrinha desse casamento na “perifa”.

Aproveitei que ele estava em coma e ser considerado indigente para trocar o sexo do Alfredo. Para minha vida ser melhor basta ele sofrer amnésia. Tudo bem, o SUS não pagou a cirurgia e eu tive que fazer um “caixa 100” na empresa para mais esse gasto, mas foi um investimento. Caso ele recupere saia do coma, recupere a memória, ainda terá que dá um jeito na sua vida antes de se meter na minha. Ai, meu caro diário, pedras irão rolar na cabeça do Alfredo Carlos Teodoro Prado Viana, ou seria, Ana Carla Padilha?

Quando o médico terminou a cirurgia fiquei me perguntando se essa tinha sido minha maior maldade. Mas ai lembrei do dia que toquei fogo no orfanato. Malditas crianças boazinhas. Tinham que fazer uma homenagem a mim? “Nós te amamos, Titia Letícia Luiza Gabriela Alcântara Matias Pimenta!”. Não cortei outra, taquei fogo no orfanato. Mas é claro que a imbecil da Fernanda Rita tinha que entrar nas chamas salvar todas as crianças, os animais e no final apagar o incêndio. Tinha que ser uma camponesa estúpida, nem para pipocar no fogo serve. Por isso que sem dó eu deitei no feno com aquele peão imundo Arthur Tião, o noivo dela. Ele deu bola, juro! Tudo bem, casado com aquela mocoronga sem batom, esmalte e ainda por cima usando roupas de algodão colorido não é de se esperar que ele enlouqueça sempre quando vê minha figura maligna, morena e bem vestida.

A tarde, antes de ir ao salão passei no asilo para vê a Clara Amara, mamãe. Certifiquei que minha identidade falta e meu falso registro no COREN continuam valendo, então, a enfermeira Mariana entrou em ação. Dei os remédios para que a mamãe continuasse agindo como louca. Aproveitei a fantasia e mais uma vez fui na maternidade, roubei um bebê e troquei a etiqueta dos outros. No caminho, deixei o bebê na igreja, afinal, para que diabos vou querer um saco de fezes e mal cheiro?

Foi quando estava saindo que encontrei a Rosalinda pedindo esmola, ela e aqueles seis órfãos. Ela me pediu desculpas pelo que fez pela manhã e pediu piedade, nossa como sou bondosa, mandei que lavasse minha “bêmi” e aproveitei para colocar suas digitais no carro que será roubado mais tarde. Ainda é um plano não concluído, caro diário. Mas pretendo incriminá-la pela morte do Ricardo, sim o papai. Ainda não consegui dá fim no corpo e preciso fazer isso logo. Por isso quero as digitais e uma peruca loira, assim me transformarei na doce e linda Rosalinda, a assassina de papai. Ensaiei até as lágrima, diário. “Ela nunca me enganou…”.

Eu sei, o Ricardo não precisava morrer. Só que eu tinha aquele anelzinho com veneno dentro e ele vivia me enchendo sobre ser uma pessoa melhor, não matar meus amigos e irmãos, dar esmola e não me envolver com a política que essa foi a decisão mais simples. Só que depois de envenando eu fiquei sem saber o que fazer com o corpo a solução, agora, é um seqüestro e tudo estará resolvido, espero.

A noite, fui para a empresa chantagear a Suzanita, aquela secretária imbecil. Eu forjei umas fotos dela com o Guilherme e agora estou ameaçando entregá-la a Olívia. E ela, muito boa, fica me pedindo para não fazer isso, soluça, implora e eu me divirto, claro. Ela morre de medo que a Olívia pense que eles tiveram um caso e que pode querer culpá-la pela morte do Guilherme. Como você deve saber meu diário, eu fui a responsável. Eu troquei os comprimidos do coração do Guilherme por naftalina e fiquei esperando ele chegar para irritá-lo bem muito, então, ele bolou da escada e morreu. A Olívia quase enlouqueceu, mas o golpe de misericórdia foi trocar a filha dela por uma abóbora. Quando eu cheguei ela chorava e se perguntava quem poderia ter feito tamanha maldade. Eu fiquei lá me deleitando com as lágrimas dela e sua cara de tacho. Gritava que a filha era cega, essas coisas. Ninguém suspeitou.

A criança foi parar na casa da Rosalinda e ela tratou de criar. Pobre e seu grande coração, para mim isso é doença. Não bastava seis órfãos ela ainda inventa de criar uma enjeitada cega? Só sendo pobre mesmo… Só sendo pobre! Outro dia chamei a menina para lavar meu carro e ela disse: “Tia, não posso sou cega”. Por isso que esse país não vai para frente, sempre com desculpas. Deveriam seguir o exemplo da China: tem mão, trabalha! Dá para cozinhar, come! Mas aqui para tudo arrumam uma desculpa, ai…ai…

Amanhã pretendo pintar o cabelo e inventar algum boato. A noite, acho,  vou dá uma passadinha lá no Rubens e finjo que estou apaixonada, assim ele concorda em transferir pra mim a direção do orfanato. Vou fechar aquele mocó antes que os pivetes possam dizer “nós te amamos, professor Rubens!”. Bem, maligno diário, fico por aqui. Te deixarei na segurança que em cima da mesa do escritório, ninguém te abrirá. Ninguém ousará abri-lo e encontrar todas as minhas falcatruas. Sou uma vilã, quase uma divindade por aqui. Sou Letícia Luiza Gabriela Alcântara Marias Pimenta. Boa Noite!!!!