Noiva Neurótica (parte I)

full_14112005_asur-bridezilla

O estresse pré-nupcial é normal, afinal, casamento é mudança, é trabalho e preparo.

Mas como trabalhar esse estresse? Primeiro, entenda que você irá passar por um período de mudança que não envolve somente você e sim toda sua família. Seus pais irão passar pela “síndrome no ninho vazio”, o que pode deixá-los emotivos ou até, na pior das hipóteses, causar uma auto-sabotagem. Segundo psicólogos, tal fenômeno é um ato de defesa dos pais causado pela ideia de “perda” do filho.  É aquela típica cena do pai da noiva investigando o noivo, a mãe do noivo tentando destruir o casamento, enfim, cenas que você pode pensar que sejam tipicamente hollywoodianas. 

E  você estará prestes a dividir sua vida com outra pessoa “fora” do leito familiar. Sim, a escolha foi sua, no entanto, quem disse que mudanças não causam medo? Causamnoiva+preocupada! Não pense que é anormal por temer o bater as asas e voo. A saída do ninho não é fácil para ninguém. Então, é normal sentir esse estresse, essa ansiedade e tudo mais. Saiba lidar com isso, converse, preste mais atenção aos motivos de seu nervosismo e trabalhe para que tudo não estoure de uma vez. Se sentir que algo está errado é porque provavelmente estará. Essa é a hora de sentar-se e analisar seu comportamento, conversar consigo ou com outrem e vê o que houve. Tome cuidado, ninguém merece levar “esporro” ou ser saco de pancadas de outro, controle-se! Antes de começar uma briga, pense, respire e veja se vale a pena brigar por esse motivo e se esse é o real motivo do seu nervosismo. Sabe quando você estoura porque a caneta falhou? O motivo real não foi a caneta e sim outra coisa que você, no momento, não consegue identificar. Assim, antes de furar olhos, gritar com a sua mãe porque a caneta é uma droga, sua vida é uma dr0ga, nada da certo na sua vida, ninguém lhe ajuda, você está mais gorda… Veja que o motivo não foi exatamente a caneta e sua mãe, coitada, só lhe forneceu a caneta para você anotar um telefone. Essa é a hora de sentar e pedir desculpas. Lembre-se não guarde sentimentos ruins, não desconte nos outros e sempre se pergunte o que está errado.

Algumas coisas não sairão conforme o planejado é hora de ser maleável e mudar os planos. Flexibilidade é uma virtude! Pense nisso!

Segundo – e maior – motivo de estresse pré-nupcial são as boldas – a festa e a cerimônia. Algumas noivas tendem a reclamar de que tudo sobra para ela, o noivo não se mete e seus familiares não se oferecem para ajudar. Nesse caso divida suas aflições com o noivo, peça ajuda as madrinhas, irmã e mãe. Quem sabe não está havendo uma falta de comunicação? Se as ajudas começar a aparecer, confiança será a chave de tudo. Saiba delegar, isso é fundamental para não ficar sobrecarregada. Lembre-se que esse período preparatório tem que ser de paz, sua cabeça não funcionará num ambiente de estresse, você estará cansada e não curtirá tais momentos como devia.  Não diga que não precisa de ajuda quando sente-se sobrecarregada, ninguém é capaz de carregar o mundo nas costas.

Outro bom motivo para pedir ajuda é que você terá alguém para ouvir suas ideias e dizer se elas estão boas ou não. Você poderá fazer a escolha do vestido um ótimo momento para curtir sua mãe, tia, avó, sogra… Quem você escolher! Será bom para evitar a “síndrome do ninho vazio”. Seus pais se sentirão partes do processo. E isso é muito bom!

Aguns dizem “dinheiro não é problema, noivas neuroticasé solução!”. Então, não faça do dinheiro um problema para suas núpcias, não vale a pena! Comece uma poupança para a cerimônia um ano antes. Encaixe sua cerimônia no seu orçamento e não o contrário. Não vale a pena investir muito dinheiro numa cerimônia quando ainda mora de aluguel ou não tem uma geladeira. Embora seja um momento único algumas coisas podem ser motivos de um futuro problema.

Uma solução é fazer uma lista do que você precisa para seu casamento e sair riscando a medida que vai concluindo-os. Assim, na hora você terá certeza que não esqueceu de nada.

Eu fiz um modelo de lista para ajudá-las:

  1. Aliança, lembre-se de gravar (se desejar) os nomes nelas;
  2. Estabelecer um limite para o orçamento;
  3. Comece uma dieta, malhe;
  4. Beba bastante líquido;
  5. Faça os exames pré-nupciais;
  6. Compre um caderno e uma pasta para guardar as notas fiscais e saber quanto está gastando. O caderno sempre deverá estar com você, para você anotar ideias, planos, riscar itens de sua lista, vê quem ficou responsável pelo quê, o que falta e essas coisas. É seu diário da noiva, se preferir
  7. Data e local cerimônia;
  8. Estabeleça um local para os presentes, onde os convidados poderão deixá-los;
  9. Quem vai celebrar a cerimônia?;
  10. Lista de convidados (isso vem antes da escolha local);
  11. Escolha do local da festa;
  12. Escolha dos padrinhos, damas, pajem;
  13. Calígrafo;
  14. Convite;
  15. Músicas para a cerimônia;
  16. Músicas para a festa (DJ ou banda?)
  17. Decoração da festa;
  18. Decoração da cerimônia;
  19. Bolo;
  20. Lembrancinha?;
  21. Fotógrafo;
  22. Iluminação;
  23. Votos;
  24. Doces;
  25. Chocolates;
  26. Bem-casados (tradicionais);
  27. Penteado da noiva;
  28. Vestido da noiva;
  29. Sapato da noiva;
  30. Jóias da noiva;
  31. Lingerie (casamento)
  32. Lingerie (núpcias)
  33. Almofada para alianças;
  34. Flor de lapela para o noivo;
  35. Roupa do noivo;
  36. Bouquet (2x?);
  37. Sapato do noivo;
  38. Documentação cívil;
  39. Lugar para a lua-de-mel;
  40. Lembrancinhas;
  41. Licor;
  42. Bebida;
  43. Jantar;
  44. Bolinhas de sabão, arroz ou borboletas?;
  45. Lista de presentes;
  46. Chá-de-panela;
  47. Lembrancinhas para o chá de panela?;
  48. Ensaiar a entrada;
  49. Dia da noiva;
  50. Lavar o apartamento do casal;

aaaa

Foi tudo que eu consegui lembrar!

Minha mãe

Sempre quando falo da minha mãe digo que não costumo falar dela, pelo menos não dela morta. Costumo finjo que ela vai chegar na quinta e que está num plantão interminável. Finjo, quando vou chegar em casa, que ela terá feito “fritada” com purê e salsicha. E que a noite ela está no quarto ao lado.

Sim, eu finjo!

Finjo conversar com ela quando estou triste, finjo que ela me dá conselhos, finjo que conto meu dia a ela antes de dormir. Não consigo fingir que ela escuta, ela é capaz de me escutar.  Para mim é impossível fingir que ela está viva – ela está e as vezes sinto sua presença. E isso é a melhor coisa do mundo. Porque não pode uma pessoa que te amou tanto morrer. Mães não morrem, porque se morressem o que aconteceria com os filhos? Mãe não morre! Ela chega já…

Minha mãe era a coisa mais linda do mundo, tinha cabelos curtos, nariz pequeno, bochechas como as minhas e me achava a coisa mais linda do mundo. Ela sempre estimulou que a ler, a desenhar e escrever: “Mãe, obrigada por isso. Acho que tudo que eu gosto está relacionado a você, esse blog, meus desenhos e minha leitura. Obrigada por quando criança me dar um livro, pincéis, lápis de pintar, cadernos e sonhos…”. Ela sempre chegava com uma surpresa, as vezes brinquedos bestas, gibis, uma história ou um segredo. Ela me via com os olhos que ninguém jamais irá me vê, confiou em mim e sonhou comigo. Quando eu era pequena e perguntei de onde vinham os bebês ela me disse que vinham do coração. E eu imaginei eu, Rodrigo e Ramon vivendo no coração, para mim isso foi perfeito.

2009 – mensagem de ANO NOVO

Acabei de chegar da praia, são 09:36 do primeiro dia do ano de 2009. Não passei horas initerruptas na praia, não. Fiquei até as 01:09 de 01-01-2009 e depois, a uma hora atrás fui a praia pular minhas 7 ondinhas, pensar positivo, jogar água para trás e fazer um desejo.
Durante a noite não fiz e acabei tendo um sonho meio louco, onde eu fazia e ia morar na casa velha… Sei lá!
Então, hoje de manhã fui e fiz. Enquanto caminhava vi o quanto João Pessoa está com cara de feriado, ruas vazias. Parecia “A LENDA” eu o último humano da terra.
Todo o caso não vim “devaneiar” vim contar do ano novo. Ah! Antes de mais nada meu nome agora é “Marcia Araujo”, notaram alguma diferença? Antes era Márcia Araújo, agora sentiram a pressão, né? HaHaHaHaHaHa – o acento!!!
O que eu espero para 2009?

PLANEJAMENTO 2009:    

Decidi separar minhas promessas de ano novo em tópico.

 AMOR  

.Manter meu namorado:  controlar meu ciume;  ser paciente;  menos mimada;

.Cuidar melhor de Ramon e Bia;

.Não perder o contato com Rodrigo;

.Dar mais atenção aos meus amigos;

 SAÚDE  

.Marcar uma consulta com o geriatra que Adeilde indicou;

.Marcar ginecologista;

.Marcar oftamologista;

.Caminha três vezes por semana – no mínimo;

.Ir ao dentista e o periodontista;

PROSPERIDADE  

.Passar nesses próximos três concursos (no primeiro lugar!!!):  CEHAP;  CEFET/PB;  Polícia Civil;

.Fazer curso de operador da bolsa de valores;

.Ler no mínimo 12 livros;

.Escrever o artigo sobre administração do tempo;

.Começar o estágio no Banco Real;

.Gastar menos;

.Tirar Carteira de Motorista;

.Organizar meu horário de estudo;

Manter meu quarto arrumado;

.Noivar;

.Comprar óculos: :  grau;  escuro;

Espero que vocês estejam tão ansiosos para começar a realizar quanto eu, boa sorte, lembre-se seu mundo – sua sorte, seus amores, seu estado – vocês que fazem!!!

Miley Vs Demi and Selena, good luck, girls!

Só eu devo ter 24 anos e assistir seriados para pré-adolescentes. Natalício diz que não entende eu tenho assunto com ele (falo de econômia, política, religião, música…) e tenho assunto com Naíla (falo de desenho, moda, jogos, seriados…). Todo o caso acho eu gosto e ai de quem reclamar.
Hoje achei uns vídeos engraçados envolvendo Miley Cyrus (a menina de 1 bilhão de dólares da Disney) e suas colegas de emissora Selena Gomez e Demi Lovato.
Bem, em suma a primeira faz uma paródia do vídeo da segunda. Acho que já contei que Miley Cyrus, a Hanna Montana, é uma espécie de “bad girl” ela faz o que quer, na internet pipocam imagens dela mostrado o sutiã, de biquine e roupa intima. Não é a primeira vez que uma estrelinha da disney muda de vez, aconteceu com Britney Spears, Hilary Duff… Mas nada disso vem ao caso.
Os vídeos segue abaixo e são records de exibição no youtube.



No final dos vídeos você acha a Selena e a Demi dois doces… Muito fofas!

FELIZ NATAL

Gente, feliz Natal!!!
Natal para mim sempre foi uma época triste, a televisão coloca imagens para nos “concientizar” que Natal não é só consumir, que Natal é família, é paz, é amor, é solidariedade… E eu acabo bem afetada por essas mensagens. Primeiro, porque minha família é meio dissolvida, segundo, porque tem gente em situação pior e eu me sinto péssima por ficar chateada com isso. Acaba que Natal para mim não é uma época boa, principalmente, porque me lembra o passado.
Na manhã de Natal, antigamente, trabalhavamos horrores, a casa tinha que ficar beeeeeem limpinha. Shalako -meu primo – já estava conosco desde o início de dezembro, as vezes, com Shalon de sobremesa. E passávamos o dia ajudando em pequenas coisas, esperando chegar a noite. Minha mãe fazia questão de unir toda a família, vinha as primas dela, os irmãos do meu pai, meus avós, vizinhos e agregados. A casa sempre estava cheia e a mesa? Ninguém precisava levar nada, a mesa já tinha de tudo. No final, pela manhã, já estávamos os quatro com presente.
Mãinha presenteava a todos!
O último Natal que passei no Água Fria foi bem triste, sensação de nunca mais, de que todo o passado ficava para trás e isso foi bem triste também. Fiquei com Jojo e Ana Luiza olhando minha “futura antiga casa” e a sensação que eu tinha era de “Meu Deus, isso tudo – 18 anos – vai passar?”. Ontem quando passei lá percebi que aquele conjunto não tinha mais nada para mim. Minhas amigas, Kaline, Jojo, Ana Luiza, Lorrayne, Kamylla… Ninguém mais morava naquele conjunto e que meus vizinhos (exceto Henrique, Chico e Fátima) eram estranhos.
Good Bye Cold Walter…
Esse ano, pela primeira vez, passei com Natalício. E a impressão que tive foi que estava entre família. Na festa ganhei um jogo de Damas, uma escova-de-dentes, um conjunto de canecas e fui obrigada a imitar Joelma. Eu teria feito melhor, mas sou muito tímida. De qualquer forma tive uma idéia excelente para o próximo churrasco, hahahaha.
Muito feliz no final das contas…
Depois “posto” as fotos, tá?

Eu sei que ando meio ausente, peço perdão! Queria ser uma pessoa mais presente nesse blog, mas estudando, estudando e estudando. De qualquer forma deixo aqui meus votos de FELIZ NATAL, vou dá uma passadinha hoje no TAMBIÁ, fazer meus passeios de natal. Beijos para todos. MD