Boa educação, por favor

Quando se fala em boa educação pensamos logo em grau de escolaridade. Não! Algumas pessoas são educadas independente de onde estejam, simplesmente, são. E basta viver para saber como as pessoas são mal educadas. As vezes, você vai em um tribunal e lá tem gente mal educada (seja o  juiz, servidor ou servente) e em qualquer canto. Trabalho numa Universidade e sinto isso na pele, educação que não melhora com o grau de escolaridade. Pois se fosse assim no meu trabalho deveriam haver as pessoas com melhor educação, não? 

Educação vem de berço, mas com a globalização da família e a ausências dos pais fica difícil educar um filho. A escola, que deveria ser responsável por parte da educação, acabou sobrecarregada cheia de obrigações. Em relação a isso, a escola deveria auxiliar e não educar completamente. Os pais acabam deixando o ônus de educar de lado isso devido a culpa pela ausência. Não se pode apenas passar a mão na cabeça e aceitar todo tipo de comportamento em nome da “paz familiar” e da “culpa.  Reparando nos shoppings, nos ônibus, nas salas de aula, no ambiente de trabalho, cinema, trânsito… Todo canto há gente mal educada e parece ser uma epidemia mundial.  Embora devesse haver, não há uma correlação entre uma boa educação e nível de escolaridade, religião ou o que for. A impressão que temos é que os educados são minoria e são tratados como bobos pelo resto do mundo.  Já vi muita criancinha pequenininha pedindo com licença (meu primo), agradecendo ao receber algo ou coisa assim.

Minha irmã, uma pena, é uma menininha mal educada. Costuma não dá bom dia ou agradecer as pessoas que estão a sua volta. E isso, quase sempre, me dá nos nervos, pois não sou assim. Minha cunhada costuma dizer que pareço uma criancinha que está aprendendo a ter educação sempre dizendo ” muito obrigada” e “com licença”.

Continuar lendo

Anúncios

Regras de etiqueta: casamento (parte 1)

Regrinhas básicas de como se comportar e o que vestir em um casamento para não cometer garfes ou atrapalhar a festa dos noivos

Você é o convidado…

  1. Agradeça: Se você recebeu o convite em mãos ou pelos correios agradeça. Sei que parece bobagem, mas algumas pessoas esquecem esse pequeno detalhe em dizer o quão está honrado em fazer parte da celebração;
  2. Convite: Se o convite veio para você e seu/sua esposo(a), somente, você não deverá levar as crianças. Caso venha senha extras para as crianças elas serão bem vindas. Se seu/sua namorado(a) recente não foi convidado você não deverá pedir outra senha (a não ser que seja muito intimo) para evitar o constrangimento de ouvir uma negação. Não leve ninguém que não foi convidado – ponha-se no lugar dos noivos, imagine se cada convidado levar uma pessoa a mais?
  3. RSVP: é a abreviatura de Répondez S’il Vous Plaît, que quer dizer “responder, por favor”. Se seu convite vier com essas iniciais você deverá ligar para o telefone em questão ou mandar um cartão confirmando sua presença; 
  4. Nada de sair pedindo docinhos, bolo, pratinho ou lembrancinhas extras;
  5. Não roube nada;
  6. Não dê uma de papagaio de pirata: Só quem aparecerá em todas as fotos são os noivos (e olhe lá), não agarre o braço da noiva e saia com ela para onde ela for;
  7. Não monopolize: Não monopolize os noivos e nem fique magoado se receber pouca atenção;
  8. Modere na bebida: Cuidado com a bebida;
  9. Respeite o horário dos convites: Nada de sair achando que a noiva se atrasará e por isso você também se atrasará, sua obrigação é está no local certo e na hora certa;
  10. Não compareça somente a festa: Se houver uma cerimônia religiosa compareça a ela também, é muito chato vê a igreja vazia e depois a festa lotada;
  11. Evite alguns trajes e cores: Branco, pérola ou marfim só para noiva e daminhas, fraque só para o noivo e pai da noiva. Evite usar jeans por mais informal que seja a situação. Se você for ficar no altar cuidado com decotes e fendas, lembre-se que você está numa igreja (acima de tudo). Esqueça a bermuda;
  12. Evite o preto: Não falo que seja uma regra absoluta, mas não pega bem preto (para mulheres em casamento), principalmente se você for madrinha ou mão dos noivos. JAMAIS durante o dia (qualquer convidada) a noite pode ser;
  13. Na mesa:
  • Apresente-se as pessoas que estarão a sua direita ou esquerda – diga seu nome e pergunte o nome dessas pessoas;
  • Se você for homem espere sua esposa sentar-se antes de sentar;
  • Cumprimente os noivos de pé;
  • Evite palavrões;
  • Se estiver de chapéu tire-o quando chegar na igreja ou no salão (a mesma coisa para óculos escuro);
  • Cuidado com o que fala – evite comentários inapropriados;

     14.   Presente: O presente tem algumas peculiaridades:

  • Se não recebeu onde encontrar a lista no convite você pode ligar para os noivos ou seus pais para perguntar onde pode encontrá-la, ainda poderá pedir uma dica do que dá. Siga! É muito incomodo para os noivos ficar com dois presentes repetidos;
  • Caso more em cidade distinta do casamento e não tenha como entregar antes da cerimônia deixe no carro ou peça para os pais dos noivos guardar em seu carro;
  • Você não é obrigado a comprar na loja que está a lista, é apenas preferível;
  • O presente deve ser entregue com antecedência na casa dos noivos (se já morarem juntos) ou na casa de seus pais;
  • Se você não pretende ir ao casamento deverá, mesmo assim, mandar um presente (lamento…);
  • Os padrinhos devem dá um presente melhor;

Etiqueta no trânsito

Nada pior do que acordar as 6:30 com vários carros buzinando na porta da sua casa. Como não posso consertar as pessoas, decidi botar meu despertador para as 6:00 tocar GLEE, assim, posso acordar com um som melhor do que BUZINAS de pais sem educação levando os filhos para a escola.

 

A buzina é um sinal sonoro e tem o objetivo de alertar os motoristas, ciclitas, motociclistas e pedestres de algum perigo – trata-se de questão de segurança. Deve ser usada com mais frequência a noite e nunca em frente a hospitais e escolas. Deve evitar buzinar desnecessariamente. 

A buzina não é…

  • Música para os ouvidos de ninguém;
  • Brinquedo;
  • Varinha mágica;

Eu sei que o que eu vou dizer é chocante: Mas a buzina não é nada divertida, seu som não é agradável. Então, fazer buzinasso é falta de educação e desagradável. Quando seu time ganha – PARABÉNS!!!! Não precisa entrar no seu carro e sair buzinando até conseguir mais algumas pessoas capazes de fazer a mesma coisa.

A buzina não serve para irritar a pessoa do veículo ao lado, por mais que isso possa ser um choque. Ela não serve para isso. Quando você buzina feito um louco a única coisa que faz é irritar a pessoa do carro ao lado ou criar uma enorme poluição sonora.

Ao buzinar você não faz o carro da frente criar asas e sair voando, o trânsito continuará o mesmo e você só terá irritado a pessoa do carro da frente, contrinbuindo para um trânsito mais estressante e cheio de riscos.

Eu sei que tudo que eu escrevi aqui pode parecer bobagem, mas necessita ser dito: USE A BUZINA SOMENTE QUANDO ABSOLUTAMENTE NECESSÁRIO. A buzina não foi feita para chamar atenção, expressar sua impaciência ou frustração com o engarrafamento no qual está preso, dá alô aos amigos ou assustar o pedestre. Sua buzina, como já foi dito, é um alarme usado para advertir os outros motoristas. E acreditem, foi por isso que a fizeram alta e irritante. Apertar a buzina excessivamente é algo descortês.