Desabafo…

Sabe aquela sensação de “pronto-falei”. Uma sensação libertadora de falei tudo que estava na minha mente e vontade de colocar a cabeça no travesseiro e dormir, simplesmente… dormir!

Quando mais nova eu tinha uma amiga que para se sentir melhor me pisava, vocês devem conhecer o tipinho. Ela te olha nos olhos, sorri e finalmente alfineta. Nossa, é de partir o coração. Depois ela vê que machucou e fala: “Brincadeirinha” ou nem isso, simplesmente sorri. E você sabe que aquela brincadeirinha, tem seu fundo de verdade, se sente mal por ouvir aquela verdadezinha dolorosa ou mesmo por ser colocada naquela situação.  Eu sempre me perguntava se aquilo era atitude de amiga de verdade. 

Hoje sei que não. Hoje sei que amigo não rebaixa os outros para se sentir melhor, na verdade, nem precisa ser amigo. Ninguém rebaixa ninguém para se sentir melhor.

As vezes me sinto uma criança, de tão desprotegida que me sinto em determinados momentos. De ter que sentir as indirtas, os machucados e fingir que não é comigo. Não vejo a hora de crescer e virar adulta.

E ontem sai e senti a mesma coisa, fiquei ouvindo piadinhas e a sensação de não quero estar aqui.  ARG! Me leva! E pior é que eu nem poderia dá o fora, simplesmente tive que ficar calada e ouvir as piadinhas, o fundo de verdade e a sensação de amargar o estômago. Sinceramente, me senti de volta a minha adolescencia. Eu não mereço, pensei milhões de vezes. Depois pensei “É só infantilidade” e por último segui minha vida. Mas a gente destila o veneno e sobrevive.

 

Anúncios

2 comentários sobre “Desabafo…

  1. Maria Tereza disse:

    Olá Márcia! achei seu blog sem querer e estou adorando o conteúdo. Acabei vendo este post e uma coisa eu posso te falar: Eu sei bem o que é isso.
    Eu tenho prognatismo, é uma parte do corpo que se desenvolve além do normal, no meu caso foi a mandíbula. Tem como operar, tanto que faço um tratamento rigoroso e ja estou quase lá pra operar. Mas sempre sofri com isso na escola, com apelidos e mals-tratos verbais. Quando fui para o Ens. Médio achei que fosse melhorar … que nada!!! Até na faculdade já sofri uma vez. Faço tratamento psicológico e hoje penso e ajo um pouco mais diferente.
    Sofri tanto com isso, que quando conheço alguem, parece que sinto se vou ou não sofrer algo com a pessoa. Mas uma coisa Vc escreveu certo, tudo isso não passa de Pura Infantilidade. Pensa que Vc é mais Vc, que Vc sim é uma perfeita adulta que sabe separar as horas de brincadeiras e tipos de brincadeiras.
    Sabe o que faço nessas horas? Me sinto superior a elas, e acabo tendo dó delas, por não saberem (mesmo adultas) se comportarem como tal.
    Beijos!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s