Perdendo a oportunidade de ficar calada…

 

calada

Você já perdeu uma boa oportunidade de ficar calada? Eu quase sempre perco! Ontem sai para comer empadinha com minha sogra e minha cunhada. E a conversa era aposto. Sim, aposto! E discutimos que usamos muito aposto a mulher: “Oi, querida, tudo bem?”, já o homem: “Ei, via**, vamos a praia?”. Cada um do seu jeito. Eu e minha cunhada falamos muito “mulher”: Mulher, eu neeeem te conto!”. E eu falei a besteira: “As pessoas que usam esse “querida”, geralmente, são falsas.” Cala-te, boca. Minha sogra bem educada: “Eu falo muito, mas é questão de costume, não de falsidade…”. Porque não fiquei calada? Para corrigir eu ainda emendei uma besteira média: “Mas gente da sua idade usa muito mesmo…”.

No Aurélio…

antaA anta ou tapir, maior mamífero da América do Sul, é no entanto muito menor que seus parentes da África e da Ásia. Teorias recentes buscam a explicação para este fenômeno na última glaciação, quando a América teria secado demais para permitir a sobrevivência de animais de grande porte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s