Blythes

Primeiro lugar uma propaganda básica: www.natalicio1984.zip.net, é o blog do meu namorado. As últimas duas postagens foram sugestões minhas e fala sobre política, muito interessante e polêmico. Sei que não deve ser a linha dos leitores desse blog, mas vale a pena a recomendá-lo.

MUDANDO DE ASSUNTO…

As Blythes foram lançadas em 1972 e sua aparência assustaram as crianças daquela época, ainda não estavam acostumadas com o conceito “fashions dolls”  que só surgiriam 30 anos depois. As bonequinhas também não encantaram os adultos e logo sairam do mercado. Os ventos mudaram de direção quando a produtora de vídeo Gina Garan ganhou uma Blythe e começou a fotografá-la pelos quatro cantos do planeta, durante suas viagens e essas imagens ganharem a internet. Hoje a versão original de 1972 custa uma fortuna. Parace brincadeira de criança, mas essas bonequinhas ganharam o mundo. A Blythes  é considerada a boneca mais “estilosa” do planeta.

Febre entre as adolescentes do mundo inteiro, as bonequinhas vem causando polêmica a quem as achem bizarramente bonitinhas, glamurosas, magrelas, fashion, cabeçudas… E outros que simplesmente não gostam, acreditam que seja perda de tempo e dinheiro. Para mim ela possuem aquele arzinho “nostalgico” do tempo que adorávamos carregar para cima e para baixo nossas bebês. Essas cabeçudas tornaram-se objeto de desejo. Sim! Suas “mães” invadiram o “flickr” – transformam seu visual, criam seu estilo e a fotografando. Elas podem ser loiras, morenas, ruivas, negras… Mudam a cor dos seus olhos, piscam. Podem ter franja, cabelo encaracolado ou liso. E para quem não tem o hábito de fazer suas roupas, podem custar ainda mais já que tudo pode ser comprado: bolsinhas, chapeuzinho, rooupinhas, tecido e qualquer outro acessório que possa transformar sua Blythe num ser único. Tem estilista famoso desenhando looks completos para elas. Esquisito, né? Aqui no Brasil há concurso de beleza o chamado “miss Blythe Brasil” – MBB. Nesse concurso as candidatas terão que usar um traje típico ou aptidão, traje de banho, casual, traje de gala e, finalmente, usar o carisma e a inteligência.  Todo caso essas “belezocas” conquistaram o mundo e eu bem que gostaria de ter uma, mas chega de vícios… Estou a procura de virtudes.

Segundo uma mamãe: “É preciso vê-las para se apaixonar, sentir seu gostinho, entender seu real sentido e saber mais sobre elas…”

Agora, como adquirilas? Essas bonequinhas são artigos de luxo, sim!  O preço é salgadinho, para não dizer salgadérrimo, pois trata-se de um artigo importado, difícil de encontrar e muito desejado. Blythes de 28cm podem ser encontradas por R$ 350,00, R$ 400,00, R$ 600,00 e dependendo do modelo, da edição ou qualquer outro detalhe é possível encontrá-la por R$1.000,00. Há as menores, medindo 11cm, são chamadas de Blythes Petite (adorei o nominho), que custam R$ 60,00 (se tiver sorte), R$ 80,00, R$ 110,00, aproximadamente. Como já disse, quem possui a dos anos 70 não as vende e se vendesse poderia comprar um carro, redecorar a casa… Mas você pode encontrá-la no E-Bay. Calma, você pode também comprá-la no Brasil, na Plastiksp ou no , Mercado Livre.  Como a graça é customizá-la existe livros japoneses que ensinam a fazer suas roupas, dão dicas de cabelo, penteados, trocar seus olhos  e ensinam como fotográ-la, também. Porque de nada adiantaria tê-la e não exibi-la para o mundo.

Na cartilha da “blytheaholics” o termo comprar não existe, trata-se de uma “adoção”, você torna-se a “mamãe” e não proprietária. Então, não cometa o erro de perguntar a uma mamãe onde comprou sua filhinha, pois essa, faz parte de uma família e é uma filhinha. Sei que é uma informação sem futuro, mas gostaria de deixá-la. Para elas, ter sua bonequinha além de tudo é um investimento, pois, no futuro podem até repassá-la por um preço superior, quem sabe?

Brincar, fotografar, customizar… Não é uma manía solitária, as “mamães” podem conhecer outras “mamães” através de comunidade de orkut, Flickr e grupos, onde você pode dispor sua filha para adoção ou adotar a filha de alguém. Há encontros regionais, onde você pode conhecer outras colecionadoras.

Aproveite para alimentar a criança-riquinha que tem dentro de você, alimente a mamãe-coruja e a costureira. Pois essas bonequinhas merecem um minuto de sua atenção. Boa sorte!

Se interessou?

http://www.thisisblythe.com/gallery/

http://www.blythe.com.br/index.php

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s